expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

"A verdadeira sabedoria para vivermos neste planeta, consiste em percebermos que este é um grande e frágil ser vivo, se pensarmos em relação a vastidão do Cosmos.

Cada planta e animal, faz parte de um complexo sistema de inter-relações onde a mais frágil das criaturas tem o seu papel para manter o equilíbrio e a vida na Terra.

Quando entendemos e assimilamos esta realidade para nossas vidas, tudo se torna compreensível, belo e sua interação com a natureza é plena."

7 de abril de 2014

AS ÁRVORES





As árvores são poderosos condutos de energia vital sobre o planeta. Elas transformam o dióxido de carbono no oxigênio; o húmus das folhas caídas fertiliza o solo; e elas também são o habitat de pássaros, insetos e outros animais. As florestas tropicais são essenciais para o ciclo de chuva do planeta, chuva esta, fonte da nossa água potável.
São numerosos os mitos que tratam de árvores e alguns de nós ainda "batem na madeira" para afastar o azar.
No folclore druida, cada árvore tem a sua própria personalidade e símbolo, além de governar um mês do ano. O alfabeto druida, conhecido com ogham, consiste em 25 caracteres, cada um deles codificando um aspecto da sabedoria da árvore. Os arvoredos eram considerados templos naturais - lugares de meditação, contemplação, sabedoria e cura. Ao entrar num bosque ou arvoredo, com uma vida vegetal tão diversificada, o druida podia associar cada árvore e planta a muitos significados diferentes - um número, um mês, uma divindade, uma cor, uma estrela, um animal e um mineral. essas associações possibilitavam uma espécie de polinização pelo cruzamento da mente e dos sentidos, assim como facilitava a memorização. Para os druidas e outros adoradores da natureza, todas as árvores são sagradas e cada uma delas tem um simbolismo específico.
As árvores que incorporam a conexão entre as diferentes camadas do cosmos, produzem mandalas naturais fascinantes. As suas raízes estão cravadas na terra e muitas vezes se espalham, abrangendo a mesma extensão do solo que os galhos abrangem ao se estenderem em direção ao céu. As raízes simbolizam o eu profundo, a nossa fonte constante de nutrição, enquanto o tronco é um conduto para a  força vital, o corpo, que as raízes sustentam. Os galhos, com as suas folhas, flores e frutos, representam o desabrochar de todo o seu potencial e servem como antenas para a energia cósmica. Meditando sobre a árvore, você fortalece seu senso de completude e integridade.

5 de abril de 2014

BAMBU

Harmonia e Crescimento
O que você ouve é um farfalhar de contentamento, que demonstra a nossa satisfação com um clima mais adequado à nossa natureza. Mas o que está ficando cada vez mais importante é trabalhar pelo fortalecimento da ligação entre o reino angélico e o humano. A humanidade está deixando só uma pequena parte do mundo em estado natural, e é essencial que haja um fluxo de harmonia entre vocês e nós.
Sei que esse não é assunto novo. Sei que é um assunto em que constantemente martelamos, mas a alegria que compartilhamos pode salvar o mundo, e deve ser passada adiante. A mentalidade de  "passar o trator por cima" é degradante tanto para os seres humanos quanto para as plantas. Esse compartilhar harmonia e alegria, esse culto à vida e ao Criador, deve prevalecer. Insistiremos nesse ponto sempre que você vier até nós. Esperamos que passe isso adiante. Baseia-se na realidade, e o crescimento virá daí. Enviamos nossas bençãos a esse trabalho.

Mensagem extraída do livro: O Chamado das Árvores

3 de abril de 2014

DEVAS DAS ÁRVORES

O Dom da Alegria
O que temos a dizer é sempre criado na alegria, e o que você tem a dizer é sempre ouvido com alegria. Deve ser assim, embora possa parecer repetitivo, pois a alegria é um a tributo constante das esferas criativas. Quando Orfeu, personagem do mito grego, olhou para trás e não para a frente com alegria, ele perdeu Eurídice, e é isso o que acontece com os seres humanos.
Como as árvores podem ser tão quietas se a natureza delas é alegria? Dissemos que a alegria é a natureza delas? A alegria é a natureza mais elevada de todos, mesmo das rochas, mas ainda não foi alcançada. É aí que os seres humanos fazem a ponte entre o criado e o Criador e trazem a qualidade da alegria inerente à Criação para os reinos que esqueceram a própria origem, ou seja, para os seus semelhantes, os seres humanos. Que nada fique sem alegria! Com essa qualidade, a você e aos demais será dado o que precisam.
Você pergunta se deveria buscar o contato com o reino angélico ou com a sua divindade interior. Não faz diferença; naquele nível está a Unidade, e às vezes o contato é mais fácil quando a beleza da Criação nos transporta, com vigor, à sua memória.

Mensagem extraída do livro: O Chamado das Árvores